domingo, 15 de novembro de 2015

Retórica e persuasão







SÓCRATES: Afirmas que és capaz de ensinar a retórica a quem a quiser aprender contigo?
GÓRGIAS: Afirmo.
SÓCRATES: De tal modo que essa pessoa fique em condições de ganhar o assentimento de uma assembleia sobre qualquer assunto, sem a instruir recorrendo apenas à persuasão?

O bom uso da retórica





Primeiro, tens de conhecer a verdade sobre tudo o que falas ou escreves; tens de aprender a definir cada coisa em si própria; e, uma vez definida, tens de saber como dividi-la em categorias até chegares a algo indivisível.

sábado, 14 de novembro de 2015

O problema do livre arbítrio - teorias


Edward Hopper

O PROBLEMA DO LIVRE ARBÍTRIO - AQUI


Supõe que estás na bicha de uma cantina e que, quando chegas às sobremesas, hesitas entre um pêssego e uma grande fatia de bolo de chocolate com uma cremosa cobertura de natas. O bolo tem bom aspecto, mas sabes que engorda. Ainda assim, tiras o bolo e come-lo com prazer. No dia seguinte vês-te ao espelho, ou pesas-te, e pensas: «Quem me dera não ter comido o bolo de chocolate. Podia ter comido antes o pêssego.»
«Podia ter comido antes o pêssego.» Que quer isto dizer? E será verdade?

Oscar Peterson Trio with Joe Pass - Sweet Georgia Brown (Italien, 1985, HD)


Sugestão musical para este fim de semana

Guia das falácias




O objectivo de um argumento é expor as razões (premissas) que sustentam uma conclusão. Um argumento é falacioso quando parece que as razões apresentadas sustentam a conclusão, mas na realidade não sustentam.

Argumentação persuasiva




Argumentação e retórica - aqui

Lógica informal - Síntese - Exercícios - aqui

sábado, 7 de novembro de 2015

João Barradas - Segment / Diverse (Charlie Parker)



Sugestão musical para este fim de semana

João Barradas, um muito jovem talento, campeão nacional e vice campeão mundial no acordeão.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

O dilema do prisioneiro


Van Gogh
No início da década de 1980, Robert Axelrod, sociólogo americano, fez uma descoberta notável acerca da natureza da cooperação. A verdadeira importância do resultado de Axelrod ainda não foi devidamente valorizada fora de um grupo restrito de especialistas. Encerra a potencialidade de alterar não apenas as nossas vidas pessoais, como também o mundo da política internacional.

Argumentos por analogia


Magritte

Argumentos de autoridade - aqui

Os argumentos por analogia, em vez de multiplicarem exemplos para apoiarem uma generalização, argumentam a partir de um caso ou exemplo específico para provarem que outro caso, semelhante ao primeiro em muitos aspetos, é também semelhante num outro aspecto determinado.

Egoísmo psicológico



Magritte

O egoísmo psicológico é uma teoria da motivação que afirma que todos os nossos desejos últimos se referem a nós mesmos. Sempre que queremos bem aos outros (ou mal), temos esses desejos que se referem aos outros apenas instrumentalmente; preocupamo-nos com os outros apenas porque pensamos que o seu bem-estar influenciará o nosso próprio bem-estar. 

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Generalizações e previsões


 Van Gogh


 "Todos os corvos que até hoje se observaram são negros
   Todos os corvos são negros"

A generalização é um tipo muito comum de inferência indutiva, que estabelece uma conclusão geral como, por exemplo, "os portugueses são machistas" a partir de casos menos gerais.

Ação, intenção e deliberação


Balthus

Um erro comum que existe na teoria da ação é supor que todas as ações intencionais são o resultado de alguma espécie de deliberação, que são o produto de uma cadeia de raciocínio prático. Mas, obviamente, muitas coisas que fazemos não são assim. Simplesmente fazemos alguma coisa sem qualquer reflexão prévia.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O âmbito e os meios da Retórica






Entendamos por retórica a capacidade de descobrir o que é adequado a cada caso com o fim de persuadir. Esta não é seguramente a função de nenhuma outra arte; pois cada uma das outras apenas é instrutiva e persuasiva nas áreas da sua competência; (…) Mas a retórica parece ter, por assim dizer, a faculdade de descobrir os meios de persuasão sobre qualquer questão dada. (…)

Argumentação e demonstração





O âmbito e os meios da retórica - aqui

Validade dedutiva e validade indutiva - aqui

"É tão errado pedir demonstrações a um orador como aceitar argumentos meramente persuasivos a um matemático"
                                     Aristóteles
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...